Um sorriso bonito tem o poder de abrir muitas portas, tanto no mercado de trabalho quanto na área sentimental. Uma pessoa com o sorriso bonito se torna mais autoconfiante, o que influencia diretamente em sua autoestima, melhorando seu relacionamento com as pessoas ao seu redor.

Por isso, o clareamento dental vem ganhando cada vez mais adeptos, pois é um dos tratamentos mais eficazes para a beleza do sorriso. Além disso, é um procedimento simples, seguro e indolor.

Mas, para que o sucesso do clareamento dos dentes seja completo, é importante a colaboração do paciente durante o tratamento, pois alguns hábitos — inclusive alimentares — devem ser mudados.

No post de hoje, você vai saber quais são os alimentos para evitar durante o clareamento dental a fim de manter os efeitos do procedimento por mais tempo, além de muitas outras informações importantes. Confira!

Por que devo evitar o consumo de certos alimentos?

Alguns alimentos possuem muitos pigmentos, que podem ser artificiais ou naturais — e são responsáveis pela sua coloração. Esses pigmentos podem manchar o que entrar em contato com eles, inclusive os dentes — prinipalmente se eles estiverem passando por algum procedimento.

Isso porque a alta porosidade existente no esmalte dentário (invisível a olho nu) é extremamente sensível à cor dos alimentos. E, se você ingerir esses alimentos com muita frequência e não fizer a higienização bucal adequadamente, os dentes acabam alterando sua cor natural.

Além disso, as comidas muito ácidas favorecem as manchas nos dentes. Isso acontece porque elas deixam o ambiente bucal ácido e contribuem com a desmineralização da superfície do esmalte dentário. Esse fator danifica o esmalte e potencializa o poder de impregnação de pigmentos nos dentes.

Os alimentos muito ácidos também contribuem para o aumento na sensibilidade dos dentes durante o processo de clareamento.

Por isso, durante o clareamento dental, o paciente deve ter cuidados especiais com a alimentação, pois, além de prejudicar os resultados do procedimento, alguns alimentos ainda podem causar desconforto.

Quais são os alimentos para evitar durante o clareamento dental?

A seguir, listamos alguns alimentos comuns em nosso dia a dia, que possuem pigmentos e podem manchar os seus dentes. Estes alimentos devem ser evitados durante o clareamento para não atrapalhar os resultados. Veja quais são!

1. Café

O suposto culpado de o café manchar os dentes é o pigmento marrom escuro que dá cor ao produto. Entretanto já existem estudos que mostram que o café não altera em nada o processo do clareamento. Mas como tais estudos ainda são recentes, sugerimos que se abstenha do café pelo breve período em que estiver fazendo o tratamento. Uma dica é optar mais vezes pelo café com leite, em vez da bebida pura.

2. Chá

Os chás que imprimem cor à água também o fazem com os dentes. Entre os que mais mancham, estão: chá-preto, chá-mate, de frutas vermelhas ou amarelas e hibisco, entre outros. Mas, se você gosta de chá e não consegue ficar sem tomar pelo menos uma xícara por dia, opte pelas bebidas com cores mais claras ou tome com leite.

3. Vinho tinto e suco de uva integral

Ambos são tingidos naturalmente pelo pigmento roxo da casca da uva. Assim, têm um alto poder de manchamento e devem ser evitados durante o clareamento dos dentes. Caso você consuma o suco de uva nesse período, acrescente água para que a bebida fique menos colorida.

4. Chocolate

O cacau, principal ingrediente presente no chocolate, tem uma cor marrom intensa. Ao morder bombons e barras de chocolate — ou comer doces e uma tentadora fatia de bolo de chocolate com massa escura e recheio —, o pigmento escuro pode passar para os dentes.

Mas, se o fato de pensar em não poder desfrutar dos prazeres do chocolate já deixa você apavorado, procure manter a calma, pois nem tudo está perdido. Os chocólatras não precisam se preocupar, se eventualmente bater aquela vontade incontrolável de comer chocolate. Basta escovar os dentes após degustar o doce.

5. Alimentos com pigmentos roxos: açaí, beterraba e mirtilo

A cor roxa de alimentos como açaí, beterraba e mirtilo, entre outros, é devido a uma substância antioxidante chamada antocianina. Apesar de fazer muito bem à saúde, ela também pode manchar os dentes.

A ação da beterraba no escurecimento dos dentes ainda é pior se consumida na forma de suco. Caso você goste do refresco de beterraba, tome-o com canudo. No caso do açaí e do mirtilo, o ideal é que eles não sejam consumidos mesmo. Mas, caso você dê uma escapada, faça bochechos com água após o consumo e, depois, faça a escovação.

6. Molho de soja (shoyu) e molho inglês

O tom extremamente escuro do molho de soja, mais conhecido como shoyu, e do molho inglês também pode se impregnar nos dentes, manchando-os.

7. Ketchup e molho de tomate

O pigmento vermelho do tomate está presente em quantidade concentrada no ketchup e nos molhos de tomate, principalmente nos tipo extrato. Assim, após comer uma macarronada com molho ao sugo, o ideal é fazer bochechos com água e escovar os dentes o mais rápido possível.

E já que citamos o ketchup, convém lembrar que sua parceira em diversos lanches, a mostarda, também tem uma cor amarela muito intensa. Por isso, também deve ser evitada durante o clareamento dos dentes.

8. Refrigerantes escuros

Os refrigerantes escuros, como os de cola, uva e laranja, possuem corantes em sua composição e podem manchar os dentes. Além disso, tanto os refrigerantes escuros quanto os claros têm acidez elevada — o que também pode provocar manchas e sensibilidade.

9. Biscoitos

Apesar de serem deliciosos e ótimas opções para aquele lanche da tarde, os biscoitos não são tão inofensivos como muitos pensam. Isso porque a maior parte deles é rica em corantes artificiais que podem atrapalhar os resultados do clareamento. Então, evite-os ao máximo.

10. Doces

Balas e doces coloridos também estão na lista de alimentos para evitar durante o clareamento dos dentes. Mas isso não se deve à alta quantidade de açúcar e sim ao tempo em que eles permanecem em sua boca enquanto os mastiga, pois eles podem deixar seus pigmentos na superfície dentária.

11. Alimentos muito ácidos

Como explicamos em um tópico anterior, os alimentos ácidos deixam os dentes mais sensíveis aos pigmentos contidos nos alimentos. Portanto, durante o tratamento para clarear os dentes, eles devem ser evitados.

Esses alimentos são: as frutas cítricas, como laranja, limão, maracujá, abacaxi, mexerica, ameixa e kiwi; alguns temperos extremamente ácidos, como o vinagre; além de bebidas alcoólicas e refrigerantes. O mesmo vale para a vitamina C efervescente, que também é bastante ácida.

Cuidados necessários para evitar as manchas nos dentes

Se, eventualmente, você ingerir alimentos ácidos ou muito pigmentados durante o clareamento dental, basta que alguns cuidados sejam tomados. Veja quais são eles!

Bochechos com água

Bochechar a boca com água após consumir alimentos supercoloridos, ou muito ácidos, colabora para evitar que os dentes fiquem manchados.

Escovação

Ao escovar os dentes entre 10 e 20 minutos após a ingestão de comida ácida, você evita a raspagem das superfícies dos dentes que estão desmineralizadas e, ainda, permite que a saliva faça a remineralização do esmalte dentário.

Dar um tempo entre o ato de comer e a escovação evita que a escova machuque ainda mais o dente já afetado pela acidez e possibilita que a saliva tenha tempo de resolver o problema naturalmente.

Cuidados necessários durante e após o clareamento

Os cuidados com a alimentação e a higiene bucal são importantes não somente durante, mas depois do fim do tratamento também. Isso porque, com o tempo, você pode voltar a ter os velhos hábitos, o que contribui para que os efeitos do clareamento passem mais rápido.

Veja alguns cuidados essenciais para a manutenção do seu sorriso após o clareamento dental.

Evite usar batons de cores fortes

Batons muito escuros, principalmente o vermelho, podem manchar a superfície dos dentes. Por isso, seu uso deve ser feito com cuidado. Se possível, use apenas tonalidades claras.

Evite o cigarro

O cigarro é um dos principais inimigos de um sorriso bonito. Por isso, se você quer manter seus dentes brancos, abandone de vez o hábito de fumar. Caso tenha dificuldades em largar o vício, peça indicação de adesivos de nicotina para um profissional especializado.

Além de amarelar os dentes, o cigarro ainda causa inflamação nas gengivas, cárie e enfraquecimento dos dentes.

Dê preferência para enxaguantes bucais brancos

Se você for adepto do uso de enxaguantes bucais, dê preferência àqueles que não possuem corantes artificiais em sua composição.

Mantenha uma boa higiene bucal

A boa higiene bucal também é imprescindível para a manutenção de dentes brancos e bonitos. Então, escove os dentes sempre após as refeições e nunca esqueça de usar o fio dental. Além disso, você deve dar preferência a pastas dentais sem corantes artificiais.

Visite seu dentista periodicamente

Além de todos esses cuidados, é preciso ir ao dentista a cada 6 meses para que ele acompanhe sua saúde bucal e observe possíveis alterações na cor do seu sorriso. Caso seus dentes escureçam um pouco antes do tempo previsto para um próximo tratamento, o dentista pode recomendar uma manutenção rápida, para potencializar a duração do clareamento.

Além disso, você deve seguir nossas dicas sobre os alimentos para evitar durante o clareamento dos dentes, pois, caso contrário, eles podem voltar a ficar manchados. E, nesse caso, você terá jogado seu tempo e dinheiro fora.

Gostou deste artigo? Agora, que você já sabe quais alimentos deve evitar durante o clareamento dental, compartilhe este post em suas redes sociais para que seus amigos também se informem sobre o assunto.