Você sabia que as causas da dor de dente são muito variáveis? Geralmente, ela é associada somente à cárie, porém, esse problema é apenas um dos quais podem provocar essas sensações dolorosas.

Conhecer o que pode causar as dores o ajuda a se prevenir e também a identificar outras condições incômodas. Por isso, continue lendo este artigo para descobrir outras causas possíveis da dor de dente e saber como cuidar melhor da sua saúde bucal.

1. Cárie

Está no topo da lista de causas da dor de dente por ser aquela mais popular. Nesse caso, trata-se de uma lesão que afeta o esmalte dentário e, quando deixa de ser superficial, atinge a dentina, camada sensível do dente.

A cárie é causada pela proliferação de bactérias nos dentes, que começam a consumir os resíduos de alimentos e liberam ácidos. São eles que corroem o esmalte e causam as lesões, que tendem a se agravar se não forem tratadas.

2. Retração gengival

Esse problema trata-se do encolhimento do tecido gengival, responsável por proteger a raiz dos dentes. Quando a gengiva se retrai, ela deixa à mostra essa parte sensível, que tem essa característica em razão dos poros (canalículos) que apresenta.

Nesse caso, a dor é uma reação a um estímulo externo, como o contato com alimentos quentes ou frios. Isso porque eles penetram nos poros e atingem a parte sensível do dente. A retração pode ser uma condição anatômica da gengiva/osso da pessoa, ou provocada pela escovação intensa e inadequada, trauma oclusal, doença gengival e outros fatores.

3. Bruxismo

O bruxismo é o ato involuntário de ranger ou apertar os dentes, e que se manifesta tanto durante o sono como em estado de vigília. Essa ação provoca um intenso atrito entre os dentes, o que pode causar o desgaste do esmalte ou fraturas.

Ele é uma das causas da dor de dente porque o desgaste ou as fraturas podem deixar a dentina exposta. Também porque o excesso de força deixa os tecidos de sustentação sensíveis e causa dores, não só nos dentes, como também nas gengivas, nos músculos e nos ossos da face.

4. Sensibilidade

A sensibilidade dentinária é uma condição que pode ser provocada pelo degaste do esmalte dentário, pela exposição radicular ou pela erosão dentária. Nesse caso, os dentes ficam mais porosos ou podem ficar expostas partes da dentina.

Quando há o contato com algum fator estimulante, como bebidas quentes ou frias, resíduos penetram o esmalte e provocam a dor por atingirem a dentina. Por isso, a sensibilidade provoca dores intensas, mas não contínuas.

5. Fratura

A fratura também está entre as causas da dor de dente porque, quando um deles se quebra, pode deixar exposta a dentina. Também podem acontecer complicações, como traumas na raiz ou nos tecidos de sustentação, que provocam abscessos e inflamações.

Nesse caso, identificar a causa da dor é fácil, porque temos o sintoma característico da quebra do dente. Se não houver comprometimento dos tecidos de sustentação, a dor atingirá somente o dente afetado pela fratura.

6. Pulpite

A pulpite é um problema bucal que afeta a polpa dentária, e geralmente requer tratamento de canal. Trata-se de uma reação inflamatória do tecido nervoso que é provocada, na maioria das vezes, por uma cárie não tratada.

As bactérias e a lesão da cárie perfuram o dente até atingirem a polpa, e ali causam uma inflamação dos tecidos internos do dente, aumentando a pressão interna e comprimindo o nervo. Essa condição é muito dolorosa e provoca incômodo contínuo, mas apenas no dente afetado.

Quando a infecção interna do dente não é tratada ela pode evoluir para a necrose do tecido pulpar e provocar uma reação na região ao redor do ápice radicular, chamado de periápice. A infecção nessa região do osso também provoca dores intensas que podem evoluir para abscessos e problemas mais graves.

7. Periodontite

A periodontite é uma inflamação que afeta os tecidos de sustentação dos dentes, fazendo com que os ossos se desgastem. Geralmente, é uma complicação da gengivite, que evolui para esse problema.

Pode afetar mais de um dente e levar à sua perda, se não for tratada para estacionar o desgaste. O incômodo é contínuo nesse caso, porque a inflamação pode contaminar a polpa do dente e causar dores fortes.

Assim como as causas da dor de dente são diversas, há várias receitas caseiras para aliviar o incômodo. Porém, o ideal é sempre consultar um dentista para verificar o que está provocando a dor e iniciar o tratamento adequado, sem agravar o caso.

Outros sintomas também podem indicar problemas bucais. Por isso, leia nosso outro artigo para conhecer algumas doenças e saber como se cuidar.