Um sorriso bem cuidado faz toda a diferença na apresentação de uma pessoa. Assim, disfunções que afetam a saúde bucal e a parte estética dos dentes podem acabar abalando a autoestima de muitos, o que pode afetar não só a vida pessoal, mas também a profissional do indivíduo.

Um dos problemas mais comuns que afetam inúmeras pessoas ao redor do mundo é o amarelamento dos dentes. Esse problema pode ocorrer por uma série de fatores, mas, é importante ressaltar que existem procedimentos odontológicos que podem reverter o quadro.

Pensando no assunto, separamos a seguir as principais informações sobre as causas dos dentes amarelos. Confira abaixo e descubra também os principais tratamentos disponíveis no mercado! 

O que pode deixar os dentes amarelos?

Idade

Uma das principais causas para o amarelamento dos dentes é o envelhecimento natural do organismo. Isso ocorre em função do desgaste ao longo da vida do esmalte, que é a estrutura mais externa que protege e dá o aspecto branco e brilhante aos dentes, e da formação de dentina terciária, uma mineralização que acontece dentro do dente que tem uma cor mais escura.

Tipos de alimento ingeridos

Alguns alimentos possuem um alto teor de pigmentos naturais, que acabam penetrando nas estruturas dentárias e causando manchas escuras ou amareladas. São exemplos desse tipo de alimento o café preto, os chás e os refrigerantes.

Assim, quanto maior for a ingestão desses alimentos e quanto pior for a higiene bucal após essa ingestão, maiores serão as chances de amarelamento progressivo dos dentes.

Tabagismo

Outra causa comum para os dentes amarelos é o tabagismo. Além de extremamente prejudicial para a saúde do organismo com um todo, o hábito de fumar pode acabar manchando os dentes em função da nicotina e de alguns metais pesados presentes em cigarros ou outros fumos. Esses componentes penetram nas estruturas dentárias e acabam causando o aspecto amarelado.

Má higiene dental

A higiene dental também é um fator de extrema relevância no que diz respeito à cor dos dentes. O acúmulo de placa bacteriana e tártaro nos dentes por falta de uma higiene bucal adequada pode acabar modificando o aspecto dos dentes, tornando-os mais amarelados. 

Dessa forma, é extremamente importante não só realizar uma escovação completa dos dentes após cada refeição, como também fazer visitas periódicas a um consultório ou clínica odontológica, a fim de realizar limpezas dentárias. Esse cuidado tem um viés não só estético, como também contribui para a manutenção da saúde e bem-estar do indivíduo.

Utilização de medicações

Algumas medicações podem acabar deixando os dentes amarelos. Isso ocorre com alguns antibióticos, como a doxiciclina e a tetraciclina. Tais medicamentos costumam causar manchas nos dentes de crianças com menos de 8 anos de idade.

Outros tipos de medicamentos capazes de causar o amarelamento dos dentes são alguns anti-histamínicos, antipsicóticos e anti-hipertensivos. Por isso, é importante verificar os efeitos colaterais antes de iniciar o tratamento com esse tipo de medicação, a fim de prever esse tipo de intercorrência.

Genética

Outro fator relevante que pode influenciar a presença de dentes amarelos é a genética do indivíduo. Algumas pessoas possuem uma maior predisposição ao amarelamento em função da própria estrutura de seus dentes. Nesses casos, é recomendado recorrer a alguma das opções de tratamento existentes.

Quais são as melhores opções de tratamento?

Atualmente, existem vários procedimentos de clareamento dos dentes que estão cada vez mais seguros e acessíveis. Esses procedimentos possuem basicamente duas vertentes possíveis: o tratamento caseiro e o realizado no consultório odontológico.

Os tratamentos realizados em casa geralmente utilizam moldeiras de silicone. Essas moldeiras aderem aos dentes e, a partir da ação de um gel clareador, realizam uma ação progressiva de clareamento. O período de tempo para utilização, assim como o produto utilizado nesses tratamentos, deve ser determinado pelo dentista responsável.

Já os tratamentos realizados em consultórios e clínicas odontológicas utilizam uma concentração alta de peróxido de hidrogênio, podendo ou não ser utilizado o laser. Nesta técnica, o produto deve ser manuseado exclusivamente pelo dentista pois o contato do gel com a mucosa bucal e gengivas pode causar irritações e queimaduras.

É de extrema importância que todo e qualquer procedimento (caseiro ou não) seja realizado a partir da orientação de um dentista qualificado. A realização desse tipo de procedimento sem uma avaliação correta pode afetar gravemente a saúde bucal do indivíduo.

Gostou de saber mais sobre os dentes amarelos? Confira também as 6 perguntas mais frequentes sobre clareamento dental!