Quando o assunto é a saúde bucal e um belo sorriso, o ditado “Prevenir é melhor que remediar” vem muito a calhar. Assim, para evitar doenças bucais como cáries, problemas periodontais e mau hálito, além de escovar os dentes, usar o fio dental corretamente e visitar seu dentista regularmente, seguir uma dieta balanceada que promova uma boa saúde oral é fundamental.

Pensando nisso, separamos aqui 10 alimentos que ajudam a manter a saúde bucal e 6 que é melhor você evitar. Você verá que é possível ter refeições saborosas que, de quebra, deixam os dentes muito mais saudáveis!

Alimentos que ajudam a manter a saúde bucal

1. Queijo

Os produtos lácteos, como o queijo, são ricos em cálcio e vitamina D, ou seja, ótimos para a saúde dos seus dentes e ossos. Além disso, o queijo ajuda no controle do pH bucal e aumenta a produção salivar, ajudando na limpeza da boca. Lembre-se apenas de optar pelos queijos de consistência mais firme, como os maturados.

2. Leite

Ao lado da água, o leite é a melhor bebida quando se trata de seus dentes. Ele é rico em cálcio e diversos outros elementos importantes. Assim como o queijo, o leite também diminui os níveis ácidos da boca, auxiliando no combate à cárie.

3. Vegetais de folhas verde-escuras

Os vegetais de folhas verde-escuras como espinafre, brócolis e couve são muito saudáveis. Isso é devido à sua grande quantidade de cálcio, ácido fólico, vitaminas e minerais importantes. Inclui-los na sua dieta é garantia de gengivas mais saudáveis.

4. Peixes

Peixes, de preferência os mais gordurosos como salmão, cavala, atum e arenque são ótimas fontes de ômega 3, além de minerais e vitaminas importantes, como a D. Eles contribuem para o colesterol bom e também são ótimos para sua saúde bucal.

5. Chá preto e verde

Talvez você já tenha ouvido falar nos polifenóis, substâncias bem conhecidas para a redução de bactérias e de seus produtos tóxicos. Os chás preto e verde são ricos nesses compostos e assim, ajudam a evitar problemas periodontais e cáries. Os chás são também fontes de flúor, um fortalecedor do esmalte dental.

6. Laranja

Frutas cítricas são em geral muito ácidas, o que não é bom para os dentes se você ingeri-las frequentemente e escovar os dentes logo em seguida. Mas as menos ácidas como as laranjas, ricas em vitamina C, são fundamentais para uma gengiva saudável.

7. Cenouras

A cenoura é um dos vegetais mais versáteis da culinária. Além de saborosas, elas são ricas em vitaminas e antioxidantes importantes, um exemplo é o betacaroteno — pigmento que dá a cor laranja ao vegetal. As cenouras são ainda benéficas para a visão e são amigas da saúde bucal.

8. Maçãs

As maçãs também entram para o time dos alimentos que ajudam a manter a saúde da boca. Elas funcionam como um detergente, ajudando na limpeza e remoção da placa dental, impedindo assim o posterior surgimento das cáries. Além disso, elas são ótimas para combater o mau hálito.

9. Alho

A alicina, substância contida no alho e liberada quando ele é cortado ou esmagado, possui propriedades antimicrobianas fortes. Portanto, a ingestão de alho ajuda a combater a cárie e, especialmente, a doença periodontal, pois elimina muitas das bactérias causadoras dessas doenças.

10. Aipo

O aipo, também chamado de salsão, é tão bom para os dentes que deve fazer parte da sua lista de compras urgentemente. Além de ajudar na limpeza da boca devido ao seu teor fibroso, ele possui vitaminas importantes, contribui para um hálito refrescante e é o mais próximo que temos de um fio dental na natureza.

Alimentos que você deve evitar

1. Balas duras ou pegajosas

Ao chupar uma bala dura, grandes níveis de açúcar são lançados à sua boca por um longo tempo, prolongando a exposição ao substrato principal para as bactérias se proliferarem e produzirem seus ácidos prejudiciais. Além disso, muitos tendem a morder essas guloseimas, podendo levar a fraturas. As pegajosas também trazem problemas, pois aderem-se aos dentes e levam a uma grande exposição de açúcar.

2. Carboidratos simples

Alimentos, como pães brancos, massas e batatas fritas, são processados como açúcar quando digeridos. Ao mastigá-los, partículas desses carboidratos tendem a ficar por um bom tempo nos sulcos e fossas dos dentes, criando condições favoráveis para a proliferação bacteriana.

3. Refrigerante

Tendo em conta altos níveis de ácido em sua composição, seja cauteloso ao ingeri-los. Se você bebe refrigerante com frequência, sua boca fica exposta a essas substâncias que desmineralizam os dentes com o tempo. Além disso, a maioria dessas bebidas também tem altos teores de açúcar, sendo assim um alimento altamente cariogênico.

4. Alimentos muito duros

Alimentos muito duros, como alguns doces, castanhas e biscoitos, representam um risco grande para a sua saúde bucal. Isso porque ao mastigá-los, são criadas pressão e fricção muito altas que podem levar à criação de planos de fratura (trincas) com o tempo ou, até mesmo, a uma fratura propriamente dita.

5. Alimentos muito pigmentados

Café, molhos e vinhos tinto são exemplos notórios de alimentos muito pigmentados. Enquanto as manchas não são prejudiciais, elas representam um dano estético, que podem se tornar difíceis de remover, se esses alimentos são consumidos em excesso.

Para remover essas manchas, é necessário realizar tratamentos, como clareamentos e desgastes superficiais, que podem ser evitados com uma alimentação mais cuidadosa.

6. Frutas desidratadas

Embora muito gostosas em granolas e barrinhas de cereal, as frutas desidratas concentram grande quantidade de açúcar e muitas delas possuem um alto grau de viscosidade. Assim, elas geralmente ficam presas entre os dentes, contribuindo para uma longa exposição ao açúcar e favorecendo a formação de cáries.

Para ter uma boca saudável, você não precisa sacrificar todos os doces, bebidas gasosas e alimentos pigmentados, mas sim ter cautela e discernimento sobre hábitos que limitam os danos.

Além de seguir uma dieta rica em alimentos que ajudam a manter a saúde bucal, escovar os dentes após as refeições (salvo depois de consumir alimentos ácidos — deve-se aguardar no mínimo 30 minutos), usar o fio dental pelo menos duas vezes por dia, limitar a ingestão de balas e chicletes e visitar o dentista periodicamente é crucial.

Esperamos que esse artigo seja útil e motive você a adotar hábitos mais saudáveis. Agora que já sabe quais comidas são ótimas para o sorriso, que tal saber sobre alimentos que você deve evitar durante o clareamento dental?