Quando a língua está limpa e saudável tem um aspecto úmido e a sua pele é rosada. Mas ao longo do dia podemos perceber a formação de uma placa esbranquiçada sobre ela, o que damos o nome de saburra lingual.

Você já notou esse problema em sua boca? Saiba que é importante dar atenção para ele, já que a formação dessa camada pode trazer diversas complicações para sua saúde bucal.

É por isso que abordamos, neste artigo, essa temática. Continue lendo para entender o que é a saburra lingual, os problemas que ela pode causar e formas de tratar e evitar esse problema.

O que é a saburra lingual?

A saburra lingual é um problema comum que também recebe o nome de língua saburrosa ou língua branca. Trata-se de um biofilme que se forma sobre ela espontaneamente e se acumula com o tempo se não for retirado.

Sua cor varia entre esbranquiçada, amarelada e marrom, com textura pastosa. O local onde comumente se forma é na parte visível mais profunda da língua. É composta principalmente por células de pele, restos de alimentos e bactérias.

O que desencadeia a formação da saburra é a redução do fluxo salivar associada com uma descamação acima do normal das mucosas bucais, e ainda a higiene inadequada da língua. Mas ela também pode ser um sintoma de doenças orgânicas como:

  • problemas no fígado;
  • distúrbios estomacais;
  • diabetes;
  • condição pré-cancerosa.

No caso da descamação excessiva, isso ocorre por respirar pela boca, pelo ronco, o uso de enxaguantes bucais com álcool, tratamento com aparelhos ortodônticos e o hábito de morder a parte interna das bochechas, os lábios ou dedos.

Como evitar esse problema?

Como a saburra lingual se forma principalmente pela redução do fluxo salivar e uma higiene inadequada, medidas práticas para evitar esse problema são manter o organismo hidratado e fazer a devida escovação da língua.

Isso porque sua formação é um processo natural, como a da placa bacteriana nos dentes. Da mesma forma que é necessário uma boa escovação para eliminá-la, a saburra lingual também é evitada dessa forma.

Então, beba bastante água e, após comer, escove muito bem os dentes e a língua. Ela pode ser higienizada com a própria escova ou com o auxílio do limpador de língua. O importante é remover a camada que começa a se formar para que ela não aumente.

Existe tratamento?

Não existe um tratamento ou medicamento específico para saburra lingual, porque ela não é uma doença. Trata-se de um processo natural, como dito, mas que precisa ser controlado devido à presença de bactérias.

Mas ao perceber a formação excessiva de saburra e dificuldade para controlá-la, é importante relatar isso para o seu dentista. Afinal, como você viu, pode ser indício de algum comprometimento da saúde.

Nesse caso, é preciso investigar o que está provocando a formação desse biofilme para adotar o devido tratamento para o problema principal. Equilibrando o organismo, mantendo o fluxo salivar e a higiene bucal, a saburra lingual é naturalmente tratada.

Ela traz complicações?

O principal problema que a saburra lingual causa é o comprometimento do hálito, que se torna malcheiroso. Isso acontece em função da secura da boca e dos gases liberados pelas bactérias desse biofilme. Isso ocorre pois as bactérias degradam os restos alimentares e restos protéicos provenientes da descamação da mucosa.

A presença desses microrganismos traz outros comprometimentos para a saúde orgânica e bucal. Isso porque eles não permanecem somente na saburra, mas podem migrar para as gengivas e a orofaringe.

No primeiro caso, desencadeiam inflamações, causando a gengivite e posteriormente a periodontite. No segundo caso, as bactérias conseguem invadir o organismo e se instalar nos pulmões.

Não podemos esquecer que há perdas estéticas, já que a formação dessa placa deixa a língua com um visual desagradável. Isso somado ao mau odor pode interferir negativamente nas relações interpessoais.

Embora a saburra lingual não seja uma doença grave, é uma condição que deve ser combatida para evitar complicações. Então, higienize seus dentes e língua, mantenha uma alimentação saudável, o organismo hidratado e faça visitas regulares ao dentista. Assim você terá uma boca sempre saudável.

Sabia que a saburra lingual não é a única causa do mau hálito? Leia este outro artigo e entenda como ele está relacionado com problemas estomacais.